"Lições do Amor"

20/01/2013 21:54

 

 

Eu já consigo avistar a quarta década se aproximando

Ao multiplicar, subtraindo ou somando, percebo um saldo devedor

Fiz muitas coisas com ardor e continuo me esforçando

E me autoavaliando, vejo que fiz tudo por amor!

 

O amor foi a razão dos arredores ultrapassados

Os ringues fracassados e as conquistas fundamentalistas

O ar refrigerado nas caldeiras otimistas, as pistas do passado

Meu crescimento precipitado à estatura dos realistas!

 

O amor me fez rever o que a cegueira me escondia

E me ensinou a ser feliz sem necessária alegria, me deu valor na solidão

Mostrou o que escondia a minha mão e sufocou a covardia

Ele ensinou a ver a noite em pleno dia e a conceber alguma poesia na exasperação!

 

O amor me deu cabelos brancos e aumentou meu peso

Me fez saber o preço da sensação que não dá troco

E que o máximo que dou é sempre pouco, que o fim será outro começo

O amor tomou de minha vida mais que um terço e me ensinou perder para vencer seu jogo!

 
 
 
 

 

CLIQUE AQUI

Para ler esse Poema no Recanto das Letras


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!