A tríplice vitória dos sábios combatentes

11/06/2013 00:34

 

 

 “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus,

que não vos deixará tentar acima do que podeis,

antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.”

(I Coríntios 10:13)

 

Será que pode haver algum momento na vida do cristão, onde será impossível escapar da tentação de pecar?

 

Ou seja, existe tentação irresistível?

 

A palavra de Deus nos garante que não. E nós cremos que esta Palavra é a verdade. Agora, uma vez de posse desta verdade, precisamos estar atentos para lidar com as tentações. É importante saber qual a atitude certa a se tomar diante delas e também é fundamental conhecer de onde provem as tentações e qual a estratégia engendrada pelo inimigo de nossas almas – o grande interessado em ver a nossa ruína.

 

Se a Palavra nos garante que para toda tentação existe um escape, uma saída, então precisamos saber encontrar esta saída. Precisamos saber qual é a atitude certa a se tomar diante da tentação.

 

Será que o mais correto seria enfrentar, bater de frente? A Bíblia nos adverte para o fato de que a vontade da nossa carne geralmente é mais forte do que nós, veja o que constatou o apóstolo Paulo:

 

“Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?... Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.” (Romanos 7:24-25)

 

Sendo desta forma, já que esta nossa carne deseja tanto aquilo que desagrada o coração do nosso Deus, e sabendo que ela tem poder para batalhar fortemente contra o nosso entendimento, ainda que compreendamos a importância de se obedecer ao Criador, com certeza, podemos afirmar que a melhor saída é fugir destes desejos.

 

É também exatamente isto o que a Bíblia nos orienta a fazer, fugir das tentações que podem nos vencer.

 

Uma das maiores fraquezas que o ser humano tem demonstrado esta na área da pureza sexual, e a orientação que Deus nos dá para que não caiamos neste pecado, também é fugir dele: “Fugi da prostituição...” (I Coríntios 6:18)

 

Ignorar a tentação, ou simplesmente imaginarmos que poderemos conviver com ela e controlá-la é uma tremenda falta de sabedoria. Os vitoriosos são aqueles que procuram, o quanto antes, se manter bem longe dela.

 

O próprio Senhor Jesus nos falou a respeito da necessidade de vigiarmos continuamente para não cairmos em tentações, e Ele explicou o motivo, que é a fraqueza da nossa estrutura: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.” (Mateus 26:41)

 

Além da nossa natureza carnal, a tentação ainda possui outro forte aliado, o sistema de vida deste mundo, e também deste a Bíblia diz que temos que fugir: “Saí de Babilônia, fugi de entre os caldeus... os ímpios não têm paz, diz o SENHOR.” (Isaías 48:20,22) É impossível de se viver a vontade de Deus, e vencer as tentações, andando-se em comunhão com este mundo, pois “...Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” (I João 2:15)

 

Além da carne e do mundo, existe ainda um adversário que tira proveito da tentação para, através dela, tentar atingir o seu objetivo que é nos destruir, este é o inimigo maior, a antiga serpente que desde o principio engana aos que dão ouvidos a sua voz. A Bíblia diz que ele está sempre nos rondando para nos incitar às tentações: 

“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;” (I Pedro 5:8)

 

Mas felizmente a Bíblia também nos garante que se o resistirmos firmemente o venceremos: “...resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”(Tiago 4:7)

 

Então como poderemos vencer a tentação e os seus fortes aliados? Cortando todos os vínculos com os sistemas, valores e padrões de vida desse mundo, optando por uma existência santificada e diferente daquilo que o presente século adota como normal. É preciso mortificar a carne com as suas vontades e somente medidas firmes levam ao êxito desse propósito: oração incessante, comunhão profunda com a Palavra de Deus e o trabalho diligente na Obra do Senhor. Fazendo assim, Satanás também será vencido e as tentações perderão suas forças.

 

A luta contra a tentação nunca foi e nem será fácil, mas aquele que mortifica a carne e separa-se do mundo, seguramente terá sob os meus pés a cabeça do inimigo.

  

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!