A VIDA NEM ME DISSE QUE ESTEVE AQUI

20/03/2012 09:51

 

Houveram dias memoráveis, eternizados na lembrança

Meus tempos de criança e a transição posterior

Que a vida acelerou, mas não levou a esperança

Impondo outra dança, sem devolver o que de mim roubou!

 

Aqueles dias de ombros leves e de incertezas inocentes

Em tudo eram diferentes desses calvários hodiernos

Pareciam dias eternos e que jamais se tornariam deprimentes

Eram tempos contentes, hoje ausentes do que mais quero!

 

Eu me olhava e me gostava, nem me entendia mas era feliz

E apesar de tudo que não fiz, foi bem melhor do que agora

Minha imagem por fora já não decora o que se acha por um triz

Porque não lhe condiz acatar o desfecho do que fizera outrora!

 

A vida passou e levou minha parte melhor

Então fiquei só com meus tantos complexos reais

E foi rápido demais, nem sequer me avisou do pior

Veio e se foi sem ter dó, só deixando a certeza que não volta jamais!

Que sensações lhe traz esse poema?

Data: 21/03/2012

De: Marina Nakamura

Assunto: recordar....

....queria voltar a ser criança...

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!