Alguns adultérios podem ser tolerados?

01/07/2014 01:25

 

 

Amiga Anônima – Guapimirim (RJ)

 

A paz amado ...acontece que sou divorciada há doze anos ... e a dez meses por uma carência muito grande acabei me envolvendo com um homem casado!! Sendo que o casamento não está bem. A mulher quer se separar, mas ele está preso aos três filhos ... dois são maiores e outra tem 14 ... hj às 7 hrs da manha ele veio aqui em minha casa ... me dizer que a mulher esta o bicho puro e quer se separar ... mas ele não sair de casa e esta desesperado pois é humilhado ela o agride com palavras e fisicamente ... ele não ... a filha dele msm me contou tudo ... e nós vemos todos os dias o carro dele esta na minha casa ... eu amo demais mas nao sei oque fazer ... mais é prá mim que ele vem todos os dias !! Oque faço me ajude estou chorando pois vejo e sei q ela maltrata muito ele ...

 

Resposta

 

Prezada irmã, serei muito sincero e objetivo. Eu não tenho palavras favoráveis para amantes e infelizmente esse é o papel que você está desempenhando na presente situação. Causa-me admiração o fato de um homem viver humilhado e maltratado por uma mulher, saber que ela não o quer mais, tendo ele já uma amante por quem se diz apaixonado, e mesmo assim não querer findar seu casamento e sair de casa. Com o perdão da franqueza, mas acho que não estão usando de total sinceridade com você. Aliás, me permita lhe dizer que em relacionamentos de amantes, homens casados dificilmente falam toda a verdade, tanto dentro de casa como fora dela.

 

Não importa a circunstância vivenciada por esta pessoa. Se existem maus tratos, humilhação ou mesmo desprezo, cabe a ele como homem retomar as rédeas e o controle de seu lar e com o auxílio de Deus reconstruir seu casamento em crise. Nesse sentido, sua presença só atrapalha e por isso não pense que Deus estaria de acordo com a sua forma de agir.

 

Eu não sei se a agressividade desta esposa não proceda justamente do fato dela saber que o marido está envolvido com você. Isso faz toda diferença a faz dela a vítima na situação, e não ele ou você.

 

Os mandamentos de Deus proíbem expressamente o adultério. A Bíblia diz em Êxodo 20:14 “Não adulterarás.”

 

Deixar a esposa ou o esposo, por causa de outra pessoa, é legalmente possível e muitas vezes até aplaudido por este mundo depravado, mas é adultério aos olhos de Deus. A Bíblia diz em Lucas 16:18 “Todo aquele que repudia sua mulher e casa com outra, comete adultério; e quem casa com a que foi repudiada pelo marido, também comete adultério.”

 

Cobiçar a mulher ou o homem alheio é uma forma de adultério. A Bíblia diz em Mateus 5:27-28 “Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.

Como tratou Jesus a mulher adúltera? A Bíblia diz em João 8:10-11 “Então, erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém senão a mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? Respondeu ela: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu te condeno; vai-te, e não peques mais.”

 

A vontade de Deus é que evitemos imoralidade sexual. A Bíblia diz em I Tessalonicenses 4:3 “Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição.”

 

Portanto minha irmã não incorra nesta transgressão. Abandone agora mesmo esse relacionamento sujo, que não faz jus à sua dignidade e aos planos do Senhor para a sua vida, sabendo que a sua felicidade não lhe cobraria o pecado como preço e que o amor não é todo sentimento que se sente, mas sim toda voluntária ação sublime de um coração, provido de moral e temor a Deus. 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!