As raízes e a salvação

22/11/2013 02:03

 

 

“Dias virão em que Jacó lançará raízes, e florescerá e brotará Israel,

e encherão de fruto a face do mundo.” (Isaías 27.6)

 

“...mas a raiz dos justos produz o seu fruto. (Provérbios 13.12)

 

 

 

Sem raízes não há frutos. Por mais frondosa que seja uma árvore, por mais robusto que seja seu tronco, somente uma árvore com raízes profundas e firmes dará frutos com perseverança. Nada pode substitui-las. Diante dos ventos fortes e das grandes tempestades, serão as plantas e árvores com tais raízes que permanecerão. As demais estarão vulneráveis.

 

Na parábola do semeador a planta que morreu foi aquela sem raízes profundas (Mateus 13.20, 21). Não chegou a produzir frutos. A dureza do solo impediu que as raízes se aprofundassem e toda a planta morreu com as primeiras condições adversas que surgiram, sem nada produzir.

 

Não há atalhos, não há paliativos. Sem isso não haverá vida, não haverá crescimento, não haverá resultados, não haverá nada. Crente frutífero precisa ter raízes profundas em pelo menos três áreas.

 

Ele precisa de raízes profundas na casa de Deus.

 

Não significa tornar-se um fundamentalista, mas um apaixonado pelo lugar de adoração, de comunhão. Mesmo as feridas e dores ali experimentadas o ajudarão a crescer. “Os justos florescerão como a palmeira, crescerão como o cedro do Líbano; plantados na casa do SENHOR, florescerão nos átrios do nosso Deus”. (Salmo 92.12, 13).

 

Ele precisa ter raízes na Palavra de Deus

 

Sua mente precisa pensar a Palavra e ele precisa experimentar a Palavra. Deve escondê-la no seu coração. Ela reflete o coração de Deus e precisa ser fincada em nossos corações. “Sua satisfação está na lei do SENHOR, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera!” (Salmo 1.2,3).

 

Ele precisa estar enraizado em Cristo. 

 

Um coração frutífero é o coração que tira do Senhor sua força, sua sabedoria, sua vida. Ele é a Videira, nós somos apenas ramos. Nele vivemos, nos movemos e existimos. “Portanto, assim como vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor, continuem a viver nele, enraizados e edificados nele, firmados na fé, como foram ensinados, transbordando de gratidão”. (Colossenses 2.7, 8).

 

Precisamos estar em Deus, firmados, aprofundados, enraizados. Em Sua Casa, em Sua Palavra, em Seu Filho. Feito assim, os resultados virão por si só. Não existe método ou receita para a salvação, mas esse seguramente é o caminho.

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!