Cristianismo para mim

01/09/2013 02:00

 

 

“Aquele que quiser ser meu discípulo,

tome a sua cruz e siga-me.”

(Lucas 9:23)

 

Ser Cristão...

 

É andar com Jesus Cristo! É ser arrebatado pelo Seu amor; transformado por Sua verdade; liberto pelo Seu perdão. É inexplicável para quem o experimentou… é a experiência mais profunda e real que podemos ter e viver.

 

Cristianismo não é um compêndio de regras: aquilo que pode o que não pode. Não são ideias filosofais. Não são conjecturas pessoais, tampouco humanas.  Cristianismo não é uma religião.

 

 A espiritualidade cristã se resume numa palavra: amor.

 

Jesus, quando questionado sobre qual é o maior de todos os mandamentos, respondeu: “Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Marcos 12.30-31).

 

É por essa razão que concordo com a afirmação do grande teólogo: “Ame e faça o que quiseres”.

 

O amor é o sentimento mais nobre que podemos nutrir, dele derivam o querer bem, o se preocupar, o renunciar, o sacrificar em prol do próximo. Essa experiência será ainda mais intensa se estiver ligada a Deus, fonte de todo amor.

 

Deus criou o homem para se relacionar com ele, através de uma vida de comunhão, tanto que todos os dias, no pôr do sol, o Senhor se revelava a Adão e Eva, mas o pecado nos afastou do nosso Criador. O amor de Deus é tão sublime que até os doutores da lei judaica tiveram dificuldade para compreender, mesmo porque a compreensão espiritual não vem pela razão, mas pela fé.

 

Nesta dimensão Jesus declarou a Nicodemos, um dos principais dos Judeus, “se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” (João 3.3). Consternado ele declarou: “como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer a segunda vez? (João 3.4).

 

Nós não podemos amar o desconhecido… Muitos fazem elucubrações acerca de Deus, mas só podemos conhecê-lo efetivamente se abrirmos nosso coração e com sinceridade reconhecer: “Senhor, eu preciso de Ti e quero ter uma vida de comunhão contigo”.

 

A partir de uma declaração singela, movida pela fé, uma nova perspectiva espiritual se descortinará à nossa frente. Uma nova realidade será apresentada, pois o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente” (1 Coríntios 2.14).

 

Isso é nascer de novo, pois quando entregamos nossa vida ao Senhor Jesus, o Caminho que nos leva ao Pai, nossa comunhão com Deus é restaurada, somos transformados, pois aquele que está em Cristo é nova criatura, as coisas antigas já passaram eis que se fizeram novas” (2 Coríntios 5.17).

 

Então será possível compreender e viver o verdadeiro cristianismo: amando a Deus sobre todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos.

 

E para você, o que é o Cristianismo?

 

 

 

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!