Igreja cheia e Campo vazio

15/12/2013 03:03

 

 

“E lhes disse: A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos.

Portanto, peçam ao Senhor da colheita que mande trabalhadores

para a sua colheita.”

(Lucas 10:2)

 

Se a colheita é grande, por que os trabalhadores são poucos? Como posso compreender esse déficit de números tão contraditórios? 

 

Observe seu bairro. Enumere o número de igrejas existentes. Elas são tantas que às vezes se localizam na mesma rua e crescem a cada dia. O Brasil nunca esteve tão abarrotado de evangélicos. Políticos se dizem evangélicos, funkeiros se dizem evangélicos, artistas se dizem evangélicos. Ligue a TV e escolha qual programa e de que igreja você assistirá. Acompanhe a famosa atração de entrevistas ou auditório, pois provavelmente um cantor gospel estará por lá. Assista as transmissões de uma partida de futebol e com certeza algum atleta se identificará como cristão. Mas isso significa que este país está sendo verdadeiramente ganho para Jesus? Isso comprova um avanço na qualidade espiritual da igreja que se diz cristã? Com o perdão da sinceridade, ainda tenho minhas reservas a respeito.

 

A quantidade de cristãos comprometidos com a obra do Senhor ainda é qualitativamente pequena. Muitos cristãos ainda não descobriram a importância de viver de acordo com a Palavra do Senhor e na dependência total do Santo Espírito.

 

Muitos ainda não se permitiram viver a renovação do próprio entendimento para experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

 

Durante o processo de conversão, muitos são os que frequentam igrejas, leem a Bíblia e oram. Mas mesmo assim ainda estão permitindo que pecados clandestinos controlem suas vidas. São mais influenciados por esses pecados do que pela Palavra de Deus. Na verdade, o coração ainda está endurecido. Levam com habilidosa maestria uma autêntica vida que de sepulcro caiado, entregam folhetos, mas não conseguem evangelizar ninguém, pois deixam a desejar na mais importante de todas as formas de evangelização: o testemunho pessoal. Estão sem o que falar porque suas vidas ainda não foram objetivamente transformadas pelo Senhor.

 

Até que um dia, quem sabe, se cansem de brincar com a própria fé. Dia esse em que viverão algo novo e real em sua vida espiritual. Então decidirão buscar viver uma vida cheia da presença de Deus. Resolverão submeter todas as suas vontades ao Senhor. E simplesmente se renderão. 

 

Quando isso acontecer (e eu oro para que ainda haja tempo), finalmente haverá trabalhadores em número suficiente para que a Obra de Deus seja realizada e essa nação seja ganha para Cristo!

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!