LINHAS GRATAS

24/02/2012 18:39

 

Deriva de toda beleza ocasionada em cada cena que te protagoniza
Fascinação que te eterniza  e te congrega em todo chão que eu piso
Qual vento alísio acarinhando a face que ao te ver se realiza
Qual mitológica pitonisa, vaticinando em seu olhar o meu sorriso!
 
Sou grato a ti, amor eterno, por te amar além do que perdura todo amor
Pelo mundo pavimentado de flor, pela ternura que me serve de teto
Por abrandar meu âmago inquieto e deleitar meu frio em teu calor
Por me acrescentar no que me retirou e por me dar teu íntimo afeto!
 
Que se não fora desse modo, seria eu farsante máscara não nascida
Por cinzas alma aquecida, por noites recoberto em plenitude
Não fosse eu adoecido por tua saúde, seria minha alma esquecida
E como ave combalida, do céu despencaria em solo seco e rude!
 
Mas sou bem mais que o falcão de força e ares triunfantes
Sou desses sóbrios delirantes a quem o sol até em noite se projeta
Pois quando teu sabor me injeta, sou ébrio campeão dentre os amantes
Aquele que te avista dentre os diamantes - teu cúmplice e poeta!
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!