O AMOR ME LEVA A TI

06/03/2012 17:58

 

Não creia em tempo algum que não estou contigo agora
 
Vede o sol lá fora e deixe-o definitivamente tu'alma iluminar
 
Pois nele posso perpetrar a nossa tão sonhada hora
 
E visitar-te com aparição sonora no calmo vento que estás a escutar!
 
 
 
Em cada galho cujas folhagens movimentam-se, que ali me vejas
 
E estejas tão propensa a mim tal como os rios procuram pelo mar 
 
Na brisa quero te falar e em cada encenar que há nos ritos da natureza
 
Posto que te oferto semelhante beleza, contida pela plenitude desse amar!
 
 
 
Na seda que esconde os segredos tão perfeitos de teu corpo
 
No escopo dos intentos que viajam milhas pra poder te possuir
 
Que possas me sentir, a partir de tuas minúcias até o pleno topo
 
No broto de meu beijo que irrigado por teus lábios, faz teu olhar florir!
 
 
 
Porque sou eu a tua companhia mais indesistível e menos vulnerável
 
Estou na sensação palpável e na platônica concepção
 
Contrariando a racionalidade da ilusão em nós realizável
 
Concretizando o improvável, presenteando a fé de teu apaixonado coração!
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!