O Jovem rico: as prioridades de uma alma pobre

13/04/2013 18:35

 

 

E eis que, aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna?

 E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.

 Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho;

 Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?

 Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.

E o jovem, ouvindo esta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades.” ( Mateus. 19:16-22 )

 

Tenho observado com extrema preocupação o retrocesso teológico porque passa a Igreja Cristã de nossos dias. Inegavelmente, esse é o reflexo (fruto) de uma ação voluntária por aquilo que se entenda como as “novas prioridades da fé”.

 

Sendo assim, pastores querem a honra do “apostolado”; profetas querem poder para “amarrar” e “determinar” nos bastidores da dmensão espiritual; caçadores de bênçãos querem os tesouros do dono do ouro e da prata; cantores gospel querem o grammy e o aplauso dos fãs – e a Igreja já não quer Seu próprio Dono.

 

O exemplo do jovem rico me parece emblemático.

 

A leitura do texto citado, nos deixa claro que ele julgava possuir o necessário para ser feliz, mas o próprio Jesus lhe disse que ainda  "faltava-lhe uma coisa" - e que na verdade era tudo. Ele possuía:

 

1. Retidão própria – Era um homem dotado de virtudes e méritos humanos.

2. Riqueza – Detinha bens materiais imensos, o que talvez o qualificasse como um homem “abençoado”.

3. Respeitabilidade – Era um cidadão de prestígio e reconhecimento social.

4. Religiosidade -  Ea um fiel cumpridor da religião tradicional e exterior.

 

Todavia, o dinheiro era seu verdadeiro deus – era a sua prioridade. Faltava-lhe a verdadeira riqueza. Faltava-lhe Cristo no coração!

 

Como está sua vida e quais são as suas prioridades? Você tem colocado Deus, Sua Palavra e Seu Reino em primeiro lugar? Ou será que tal como o jovem rico, você também permanece na pobreza das prioridades indevidas?

 

 

Que O Senhor nos abençoe e nos ajude, para que façamos sempre as melhores escolhas – que em Cristo se traduzem!

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!