Pastor iraniano Yosef Nadarkhani está vivo

11/03/2012 00:13

Recentemente o mundo tomou conhecimento da sentença de prisão e morte decratada contra o pastor evangélico iraniano Yosef Nadarkhani. Por ser cidadão de uma nação islâmica com predomínio xiita e por haver abandonado a religião oficial do país, o pastor teria sido preso e condenado à morte pelo simples fato de ser cristão e não negar a sua fé.

 

Saiu na mídia:

 

A Frente Parlamentar Evangélica, Gleisi Hoffman, ministra da Casa Civil, e Antônio Patriota, ministro das relações exteriores, procuraram e

trouxeram informações aos evangélicos brasileiros sobre o caso do Pr. Yosef Nadarkani. Isso ocorreu no início deste mês.

 

Segundo Carlos Bezerra, evangélico, deputado estadual por São Paulo na chapa PSDB, o governo federal tem feito pressão diplomática sobre

o Irã e surte efeito. Em seu Twitter, ele publicou:  “Ótima notícia! Autoridades diplomáticas iranianas responderam ao governo brasileiro

afirmando que o Pr. #Nadarkhani não será condenado à morte. A pressão diplomática brasileira tem surtido efeito no caso do Pr Nadarkhani, que envolve grave violação do Direitos Humanos. #intolerânciaNão”.

 

Marcelo Aguiar, deputado federal, e cantor gospel, respondendo entrevista à TV Record, revelou que os diplomatas

iraniano garantem às autoridades brasileiras que Nadarkhani vive.  “Ficamos esperançosos e confiantes na gestão do governo brasileiro em

favor desse cristão que nada mais fez do que professar sua fé em Jesus Cristo”, disse Aguiar. "

 

A Frente Parlamentar reunida com o ministro Antonio Patriota estava composta dos seguintes nomes: Anderson Ferreira, João Campos, Marcelo Aguiar, Marco Feliciano, entre outros. (Fonte: União de Blogueiros Evangélicos)

 

Nossa reflexão:

 

De nossa parte chama especial atenção dois pontos específicos: primeiramente a magnitude da fé de um homem que se opôs a um sistema religioso fundamentalista e totalitário, não tendo por valiosa sua própria vida, uma vez que não quis negar sua fé em Cristo, mesmo diante da oferta de perdão oficial de sua acusação e da sentença de morte.

E em segundo lugar, o comparativo que fazemos de um exemplo dessa natureza para com o estado atual da igreja brasileira, que faz mau uso de sua plena liberdade, para aderir a movimentos tresloucados de modismos teológico-sincréticos e de secularização interna, a qual se perde em meio à morbidez letárgica de seu teórico compromisso com Cristo.

 

Acompanhe no link abaixo toda a trajetória desse acontecimento:

http://www.ubeblogs.net/search/label/Yosef%20Nadarkhani

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!