Quem é divorciado comete pecado se vier a casar novamente?

20/02/2015 08:45

 

Virgínia Martins - Ribeirão Preto (SP)

 

Pastor Reinaldo, preciso da sua ajuda. Sou uma mulher temente a Deus. Fui criada em lar cristão e sempre respeitei os bons valores. Mas também sou intensa na minha forma de amar. Luto para ser feliz no amor, mas acho que não tenho sorte nessa área.  Já fui casada duas vezes. No primeiro, cometi um grande erro, era muito jovem e agi por impulso. Não tínhamos na a ver um com o outro e em menos de um ano já estávamos separados. O segundo foi infiel comigo. Eu o perdoei algumas vezes, mas continuou sendo infiel. Então me divorciei dele também. Depois dessas duas experiências ruins, pensei que seria melhor ficar solteira, mas eu me apaixono muito facilmente e vivo buscando a felicidade no amor. Assim, conheci outra pessoa e me casei pela terceira vez. Era um marido perfeito, até que descobri que ele tinha uma amante e inclusive um filho recém-nascido com ela. Eu não consegui suportar isso e me divorciei dele também. Agora estou solteira de novo e com o coração cheio de dúvidas.  Tenho ouvido muitos pregadores falarem que pessoas divorciadas não devem casar novamente. Quero muito saber sua opinião a esse respeito. Obrigada e que Deus abençoe seu lindo ministério.

 

Resposta

 

Minha amada irmã Virgínia, paz e graça. Obrigado pelo carinho e confiança. Permita-me iniciar minha fala destacando que não existe sorte ou falta de sorte no amor. O amor em si já é uma notável sorte em nossas vidas. O êxito ou o fracasso dos relacionamentos devem ser atribuídos aos processos e atos humanos que interferem neste relacionamento. Boas sementes geram bons frutos. Quem sabe cultivar os nutrientes saudáveis para uma relação, seguramente conseguirá vê-la eternizada. E, acima de tudo, quem conduz seus relacionamentos sob o temor e a obediência à Palavra de Deus, perceberá que este é o aspecto mais preponderante para a sua sobrevivência.

 

 

Frequentemente recebo perguntas dizendo: “Divorciei-me por esta ou aquela razão. Posso me casar novamente?” ou “Já estou no segundo divórcio: o primeiro, por adultério de meu esposo, e o segundo por incompatibilidade. Estou namorando um homem que está no terceiro divórcio: o primeiro por incompatibilidade, o segundo porque ele cometeu adultério e o terceiro por adultério de sua esposa. Podemos nos casar?” Perguntas assim são muito difíceis de responder, pois a Bíblia não vai fundo em detalhes quanto aos motivos permitirem ou não que a pessoa se case após um divórcio.

 


O que sabemos com certeza é isto: Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16). É plano de Deus para um casal que permaneça casado enquanto os cônjuges viverem (Gênesis 2:24; Mateus 19:6). A única permissão específica para um segundo casamento após um divórcio é no caso de adultério (Mateus 19:9) – mas mesmo assim, isto é debatido entre os cristãos. Outra possibilidade é quando um cônjuge não cristão deixa seu cônjuge cristão (I Coríntios 7:12-15). Mas esta passagem não se dirige especificamente ao segundo casamento, mas apenas a continuar casado. A mim também parece que abuso físico, sexual, ou severo abuso emocional seriam motivos suficientes para o divórcio, e possivelmente um segundo casamento. Mas a Bíblia, entretanto, não traz este ensino, especificamente.

 


Dentro deste assunto, duas coisas sabemos com certeza: (1) Sim, Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16). (2) Deus é misericordioso e perdoador. Cada divórcio é resultado de pecado, tanto da parte de um cônjuge ou dos dois. Deus perdoa o divórcio? Claro que sim! O divórcio não é menos perdoável do que qualquer outro pecado. O perdão de todos os pecados está disponível através da fé em Jesus Cristo (Mateus 26:28; Efésios 1:7). Se Deus perdoa o pecado do divórcio, isto então significa que você está livre para se casar novamente? Não necessariamente. Às vezes Deus chama as pessoas para que continuem solteiras (I Coríntios 7:7-8). Estar solteiro é algo que não deve ser visto como uma maldição ou punição, mas ao invés disso, como uma oportunidade de servir a Deus de forma mais comprometida e incondicional (I Coríntios 7:32-36). Mas a Palavra de Deus nos diz que é melhor casar do que abrasar-se (I Coríntios 7:9). Talvez isto se aplique, às vezes, a um segundo casamento após o divórcio.



Então, você pode ou deve se casar novamente? Não posso responder a esta pergunta. Afinal, isto é entre você, seu cônjuge em potencial, e principalmente, Deus. O único conselho que posso dar é que você ore a Deus pedindo sabedoria a respeito do que Ele quer que você faça (Tiago 1:5). Ore com a mente aberta, e verdadeiramente peça ao Senhor que coloque Seu desejo em seu coração (Salmos 37:4). Busque a vontade de Deus (Provérbios 3:5-6) e siga Sua orientação. Este é o melhor conselho que posso dar.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!