Quer saber qual é a Igreja verdadeira?

10/04/2014 18:39

 

 

“Grande é este mistério: digo-o, porém, a respeito de Cristo e da Igreja”

(Efésios 5:32)

 

Não há assunto algum, em matéria de religião, que seja tão mal entendido como este: A Igreja. Provavelmente, nada há que tenha feito tanto mal aos cristãos professos, como o conceito equivocado a respeito deste ponto. Não há palavra que tenha sido usada com tanta variedade de sentidos, como a palavra "Igreja". É palavra que ouvimos constantemente, e não podemos deixar de observar que as pessoas a empregam em sentidos diferentes. O inglês bem educado, “quando fala de ‘Igreja”, geralmente se refere à igreja episcopal estabelecida em seu país. O católico romano, quando fala em "Igreja" quer dizer igreja romana, acrescentando que não há outa igreja verdadeira no mundo, além dela. Já outros, quando citam este termo querem dizer o edifício em que prestam cultos a Deus, outros se referem ao clero, pois quando alguém é ordenado costuma-se dizer que "entrou para a Igreja"; outros têm vagas ideias a respeito do que se costuma chamar de sucessão apostólica, dando a entender com isto, misteriosamente, que a igreja é composta de cristãos governados unicamente por bispos. Não há o que dizer contra tudo isso. São fatos presentes e notórios, e todos eles concorrem para explicar a asserção que fizemos no início destas considerações: não há assunto tão mal entendido como o que trata da "Igreja".

 

Creio que, presentemente, é da maior importância ter ideias claras a respeito da "Igreja". Creio que a falta da correta compreensão deste assunto é uma das grandes causas dos erros religiosos em que muitos caem. É importante chamar a sua atenção para o grande e principal sentido em que a palavra "Igreja" é empregada no Novo Testamento. Devemos dissipar a névoa em que este assunto está envolvido. Os inimigos da verdade ensinam muita doutrina falsa debaixo do nome da Santa Igreja, porque nunca houve nada até hoje tão absurdo ou tão perverso, que não fosse fácil defender sob o nome da Igreja.

 

Em primeiro lugar, qual é a verdadeira Igreja fora da qual ninguém pode salvar-se? Há, realmente, uma igreja fora da qual não há salvação, uma igreja a que o homem deva pertencer se não quiser perder-se por toda a eternidade? Qual é esta Igreja? Onde está ela? Qual o nome escrito em sua placa na faixada? Por quais sinais esta igreja deve ser conhecida? Eis as grandes questões!

 

A verdadeira Igreja está bem descrita no serviço de comunhão da Igreja em todo mundo, "como o corpo místico de Cristo, que é a companhia bendita de todo o povo fiel". É composta de todos os crentes em Jesus Cristo. É formada por todos os eleitos de Deus, por todos os homens e mulheres convertidos - por todos os verdadeiros cristãos nos quais podemos distinguir a eleição de Deus, o Pai, a purificação pelo sangue de Deus, o Filho, e a santificação de Deus, o Espírito. Em tais pessoas podemos ver os membros da verdadeira Igreja de Cristo. É uma Igreja em que todos os membros têm os mesmos sinais. São todos renascidos do Espírito Santo. Todos devem ter arrependimento para com Deus, fé em nosso Senhor Jesus Cristo e santidade de vida e de conversação. Todos odeiam o pecado e amam a Cristo. Adoram a Deus... Todos com o coração igualmente sincero. São todos guiados pelo mesmo Espírito; todos edificados sobre o mesmo alicerce; todos regidos em sua fé e conduta por um mesmo único  e sagrado livro; todos reunidos no mesmo centro - que é Cristo!

 

É uma Igreja que não depende dos ministros da terra, ainda que aprecie muito aqueles que pregam o evangelho e presidem o povo santo. A vida espiritual de seus membros não depende do fato de se filiarem a uma igreja, nem depende do Batismo e Ceia do Senhor, não obstante darem grande valor a estes Sacramentos cada vez que são celebrados em sinal de renascimento e em memória de Cristo até que Ele venha.

 

É uma igreja que descobre, crê e verifica a base bíblica e o alto valor da instituição cristã visível na terra, que é cabível e fundamental a todo cristão congregar-se regularmente, vivendo em comunhão com outos irmãos e que são legítimas as denominações que pregam o genuíno evangelho, mas que não se atém á ilusão de que seja essa instituição terrena o limite que encerra o próprio sentido do que seja a Igreja.

 

É uma Igreja que ama, respeita e acata seus líderes instituídos e sabe vislumbrar as fronteiras éticas e morais que estabelecem limites nessa relação.

 

Mas esta Igreja tem uma Cabeça Principal, um Pastor, um Bispo, que é Jesus Cristo. Só Ele, pelo seu Espírito, admite os membros desta Igreja. Enquanto Ele não abrir a porta, ninguém aqui no mundo pode abri-la; nem irmãos maduros, nem presbíteros, nem reuniões, nem sínodos, nem papas, nem apóstolos , nem convenções e nem concílios.

 

Quando o homem se arrepende e crê no Evangelho, nesse mesmo momento torna-se membro desta Igreja. Como o ladrão arrependido, pode não ter ocasião de ser batizado, mas tem aquilo que é muito melhor do que o batismo na água: o batismo do Espírito Santo. Talvez não possa receber o pão e o vinho na Ceia do Senhor, mas pode, por meio da fé, alimentar-se de Cristo todos os dias de sua vida, e nenhum ministro, na terra, pode privá-lo disto.

 

Ele pode, por injustiça, ser excluído por aqueles que são ordenados, e privado dos privilégios da Igreja. Porém, nem todos os sacerdotes do mundo inteiro podem exclui-lo da verdadeira Igreja. A existência desta Igreja não depende de formas nem de cerimônias, de catedrais ou templos, de púlpitos ou pias batismais, de dízimos ou sacramentos, de vestimentas ou órgãos, de dotes, dinheiro, reis, governos, magistrados, de ato ou favor, qualquer que seja, da mão do homem. Ela sempre permaneceu, mesmo quando tudo isto lhe foi tirado. Foi muitas vezes lançada no deserto ou em covas e cavernas da terra, mas sempre renasceu na sinceridade e humildade da fé de uns poucos selados pelo Espírito.

 

Quer saber qual a é Igreja verdadeira? Certamente não é aquela que bate no peito e assim com arrogância se apresenta ao mundo. Nem é aquela que nega honra e respeito aos que a ela não pertençam e muitos menos aquela que condena ao fogo todos os que não estejam em seu rol.

 

Quer saber qual é a Igreja verdadeira? Olhe-se no espelho da Palavra de Deus. Se a imagem refletida não for a sua, mas a de Cristo, tenha certeza que você acabou de encontrá-la!

 

Que Deus tenha misericórdia dos arrogantes e exalte a cada dia Sua Igreja nos altares sublimes da humildade!

 

 

.
 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!