RESPONDENDO PERGUNTAS DOS LEITORES (Julho.14)

20/07/2014 18:01

 

 

 

 

Bráulia Adrielle – Goiânia (GO)

 

Olá Pastor Reinaldo Ribeiro, eu queria saber sua opinião sobre consultar cartomantes, ciganas, pais de santos e outras pessoas que fazem adivinhações. Estou passando por problemas em meu casamento e minhas amigas me pressionam para ir a uma cartomante que elas dizem que é muito boa. Tenho medo de que isso seja pecado e peço sua orientação. Obrigada.

 

Resposta

 

Olá Bráulia, obrigado por me permitir ajuda-la a evitar esse grave erro.  A chamada cartomancia é terminantemente proibida por Deus. A Bíblia diz em Deuterenômio 18:9-13 “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus.” 


Só Deus é conhecedor do futuro. As supostas adivinhações praticadas por essas pessoas (sendo elas sinceras ou não) são inspiradas por espíritos malignos oportunistas e enganadores, cujo propósito é aprisionar espiritualmente todos aqueles que em tal armadilha se lançam. A Bíblia diz em Isaías 8:19 “Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? acaso a favor dos vivos consultará os mortos?”

Portanto querida, a solução para o seu casamento não é o conhecimento do futuro, mas uma decisão no presente de entregar vida, coração e alma a Cristo Jesus, que fará o milagre necessário em benefício de sua família.

 

Jefferson Magno – Olinda(PE)

 

Olá pastor, muita gente fala que destruir o meio ambiente pode até ser algo errado, mas que não é um grande pecado. Nunca vemos pregadores condenando isso nos púlpitos e eu acho que isso deixa muitos cristãos relaxados sobre esse assunto. Me diga se o senhor que Deus de fato condena ou não quem faz coisas do tipo emitir gases poluentes no ar, açorear rios, contaminar águas correntes, desmatar áreas florestais ou simplesmente jogar lixo em qualquer lugar, em fim, o que o senhor acha dos que agridem o meio ambiente?

 

Resposta

 

Meu querido amigo Jefferson, independente do incompreensível silêncio de alguns pregadores e eruditos cristãos sobre esse assunto, a verdade é que a agressão ao meio ambiente é um pecado lastimável, condenado claramente na Palavra de Deus.  Está escrito que no princípio, Deus deixou a cargo da humanidade o cuidado do mundo belo e perfeito. A Bíblia diz em Gênesis 2:15 "Tomou, pois, o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Édem para o lavrar e guardar." 


Deus quer que sejamos digno de confiança na mordomia dos nossos recursos. A Bíblia diz em 1 Coríntios 4:2 "Ora, além disso, o que se requer nos despenseiros é que cada um seja encontrado fiel." 


Deus avisa que aqueles que destroem a Terra, serão destruídos. A Bíblia diz em Apocalipse 11:18 "Iraram-se, na verdade, as nações; então veio a tua ira, e o tempo de serem julgados os mortos, e o tempo de dares recompensa aos teus servos, os profetas, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra."

 

Sou contra o mero ativismo ambiental, que em geral possui ligações esotéricas, mas, como filho de Deus defendo ardentemente a responsabilidade ambiental e o amor à criação de Deus.

 

Jane Mary Assumpção – Lisboa (Portugal)

 

Meu caro Pastor Reinaldo, tens um trabalho formidável, muito apreciado cá por nós cristãos portugueses. Razão esta porque gostaria de indagar-lhe algo. Eu tenho um irmão que possui deficiência física e que apesar de ser um bom cristão, sofre muito com esta condição. Gostaria muito de animá-lo por meio da Bíblia mas não sei o que dizer-lhe. Ele gosta muito de seus escritos e se chama Pedro. Peço que lhe diga algo a respeito. Obrigada.

 

Resposta

 

Olá Jane, obrigado pelas palavras de apoio e carinho. Tenho especial apreço por todos os irmãos e amigos portugueses e por seu intermédio deixo aqui um caloroso abraço para todos. Ao meu estimado amigo Pedro, tenho um breve recado. Para Jesus, os deficientes foram uma oportunidade dada por Deus, pois através deles o poder do alto podia ser revelado. A Bíblia diz em João 9:2-3 “Perguntaram-lhe os seus discípulos: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego? Respondeu Jesus: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi para que nele se manifestem as obras de Deus.” 


As nossas limitações são temporárias. A Bíblia diz em 1 Coríntios 15:53 “Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade.” 


Os deficientes serão curados. A Bíblia diz em Isaías 35:5-6 “Então os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se desimpedirão. Então o coxo saltará como o cervo, e a língua do mudo cantará de alegria; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo.”

 

Diana Élida – Santa Maria (RS)

 

Amigo Reinaldo estou feliz em poder escrever para ti. Li um aconselhamento teu para uma amiga e fiquei maravilhada com tua sabedoria. Vou ficar muito mais feliz se tu puderes me responder uma coisa. Eu estou noiva e perto de casar. Amo meu noivo, mas tenho medo do que seja a vida de casada. Sou uma pessoa independente, nunca precisei de homem para nada. Minha mãe me criou sozinha e eu aprendi que é possível uma mulher ter conquistas e não se sujeitar a homem algum. Mas será que por amor eu tenho que me sujeitar. É verdade mesmo que a Bíblia determina que a mulher seja submissa? Essa é a única maneira de ser uma boa esposa? Aguardo tua resposta.

 

Resposta

 

Minha amada Diana, nenhuma sabedoria ou dom consiste em particular mérito, pois sem Deus nós nada somos. Eu entendo sua preocupação e entendo que esse tipo de dúvida é um dos grandes males da modernidade, que estabelece profunda confusão entre os papéis a serem exercidos por homens e mulheres. Isso é tão perigoso que até mesmo na igreja já se avistam distorções nascidas de um sentimento feminista emergente, o qual, a meu ver, é tão diabólico e repugnante quando o machismo. No entanto, acerca de sua pergunta nada tenho a inventar. A resposta é clara e se encontra na Palavra de Deus.

 

Qual é a descrição de uma boa esposa? A Bíblia diz em Provérbios 31:10-29 "Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de joias preciosas. O coração do seu marido confia nela, e não lhe haverá falta de lucro. Ela lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. Ela busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com as mãos. É como os navios do negociante; de longe traz o seu pão. E quando ainda está escuro, ela se levanta, e dá mantimento à sua casa, e a tarefa às suas servas. Considera um campo, e compra-o; planta uma vinha com o fruto de suas mãos. Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços. Prova e vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite. Estende as mãos ao fuso, e as suas mãos pegam na roca. Abre a mão para o pobre; sim, ao necessitado estende as suas mãos. Não tem medo da neve pela sua família; pois todos os da sua casa estão vestidos de escarlate. Faz para si cobertas; de linho fino e de púrpura é o seu vestido. Conhece-se o seu marido nas portas, quando se assenta entre os anciãos da terra. Faz vestidos de linho, e vende-os, e entrega cintas aos mercadores. A força e a dignidade são os seus vestidos; e ri-se do tempo vindouro. Abre a sua boca com sabedoria, e o ensino da benevolência está na sua língua. Olha pelo governo de sua casa, e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos, e lhe chamam bem-aventurada, como também seu marido, que a louva, dizendo: Muitas mulheres têm procedido virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas. "

 

Como se deve relacionar a esposa com o seu esposo? A Bíblia diz em Efésios 5:22-24 "Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo. Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos." A Bíblia diz em I Pedro 3:1-5 "Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres, considerando a vossa vida casta, em temor. O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de joias de ouro, ou o luxo dos vestidos, mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranquilo, que és, para que permaneçam as coisas Porque assim se adornavam antigamente também as santas mulheres que esperavam em Deus, e estavam submissas a seus maridos."

 

Significa isto que a mulher é a única a submeter-se? Não! No casamento deve haver submissão mútua. A Bíblia diz em Efésios 5:21 "Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo." Todavia, ao homem é dado por Deus o dom da liderança de seu lar, cabendo-lhe amar e cuidar de sua esposa com o mesmo zelo com o qual Jesus amor Sua Igreja. Se o seu marido for um homem de Deus e se este princípio for respeitado, vocês terão um casamento abençoado por Deus e de repercussões por toda vida.

 

 

Alvaro Celesttrinni – São Paulo (SP)

 

 

Pastor eu estou casado há 9 anos com uma mulher que infelizmente não me segue na decisão de servir a Deus. Desde que eu aceitei a Jesus venho tentando leva-la para a igreja, mas ela insiste em permanecer no mundo. Eu me sinto mal num casamento desses. Acho que meu amor por ela tá se acabando por causa disso. Não será esse um caso em que pode ter divórcio? Seria pecado se eu preferisse servir a Deus em vez de ficar com ela?

 

Resposta

 

Meu amigo Álvaro, o servir a Deus jamais exigirá de você um pecado contra Deus. E o divórcio é um pecado. Não importam as desculpas que sejam oferecidas pelo ser humano, cuja tendência é sempre se inocentar, o fato é que o plano de Deus para o casamento é a sua permanência por toda vida, salvo raras e cuidadosas exceções.

Por quanto tempo deve durar o casamento? A Bíblia diz em Romanos 7:2 "Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido."

 

Cristo reconhece somente uma razão válida para o divórcio. A Bíblia diz em Mateus 5:32 "Eu, porém, vos digo que todo aquele que repudia sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a faz adúltera; e quem casar com a repudiada, comete adultério."

 

Não agrada a Deus que as pessoas se divorciem, quando no casal existiu fidelidade. A Bíblia diz em Malaquias 2:14-16 "Todavia perguntais: Por que? Porque o Senhor tem sido testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, para com a qual procedeste deslealmente sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança. E não fez ele somente um, ainda que lhe sobejava espírito? E por que somente um? Não é que buscava descendência piedosa? Portanto guardai-vos em vosso espírito, e que ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade. Pois eu detesto o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel, e aquele que cobre de violência o seu vestido; portanto cuidai de vós mesmos, diz o Senhor dos exércitos; e não sejais infiéis."

 

Se um dos esposos se divorcia por outra razão além de adultério, ambos devem permanecer solteiros. A Bíblia diz em I Coríntios 7:10-11 "Todavia, aos casados, mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido; se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher."

 

O fato de estar casado com uma pessoa que não crê em Deus não é razão suficiente para se divorciar. A Bíblia diz em I Coríntios 7:12-14 "Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher incrédula, e ela consente em habitar com ele, não se separe dela. E se alguma mulher tem marido incrédulo, e ele consente em habitar com ela, não se separe dele. Porque o marido incrédulo é santificado pela mulher, e a mulher incrédula é santificada pelo marido crente; de outro modo, os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos."

 

Isso é o que diz a Palavra. É uma questão de obediência a Deus e de amor por sua esposa. Suas orações e bom testemunho certamente lhe trarão resultados melhores.

 

 

 

 

                                                                       

 
 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!