Até que vença o amor

06/02/2012 15:05

 

Com o advento de um novo ano, naturalmente os sentimentos de renovação interior se exarcebam, se proclamam e quase sempre se esvaem na nebulosidade dos superficialismos humanos ou mesmo de seu fracasso ante o enfrentamento das guerras morais com que lida. Nesse vídeo poema eu proponho uma renovação perene, convicta, pautada na determinação de viver o bem como um estado definitivo e não como uma condição efêmera.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!