Deus não desiste até dos que desistem

06/04/2014 18:13

 

 

 

“Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e não vai após a perdida até que venha a achá-la? E achando-a, a põe sobre os seus ombros, gostoso; E, chegando a casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento”. (Lucas 15:4-7)

 

 

Não importa quem você é ou o que você faz, você é muito importante para o Criador dos universos. Para Deus você é único e insubstituível, por isso Ele não desiste nunca de você.

 

 

 Às vezes passamos por situações na vida em que não entendemos o porquê dos fatos. Perguntamos a Deus o motivo e Ele aparentemente não nos responde. E então nos questionamos se vale a pena continuar fiel a Deus. Como Asafe no Salmo 73, duvidamos da justiça do Criador. Em consequência, surge um desânimo para orar e ler a Bíblia, vêm as famosas dúvidas, e dá uma vontade de parar, de jogar tudo pro alto...e quando menos percebemos já estamos deixando de ir à igreja.

 


 Culpar a Deus por aquilo que não entendemos é uma atitude tipicamente humana. Achamos que se algo não deu certo é por causa d'Ele, que se não saiu como queríamos a culpa é d'Ele, e então pensamos que podemos "deletar" o Senhor de nossas vidas assim como se deleta um arquivo sem importância do computador.
 


Imaginemos, porém, alguns detalhes: Como seria sua vida sem Deus? Imagine chorar e não ter o Consolador (Espírito Santo) para enxugar suas lágrimas? Imagine viver sem esperança para a eternidade? Pense em sua vida sem o amor do Pai a te envolver a cada momento?
Por mais que tenhamos problemas, situações ruins, dificuldades, Deus está conosco, Ele não nos abandona.  "Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos;" (II Coríntios 4.8-10)

 

 

.
 Ainda que você esteja enfermo, Deus é o Médico dos médicos. Mesmo que você tenha sido machucado, é Ele quem te justifica e restaura. Você pode estar passando pela noite mais escura da sua vida, mas Ele está ao seu lado, iluminando seu coração. Deus não nos abandona. A vida cristã não é um mar de rosas, passamos por momentos ruins, mas a diferença é que não passamos sozinhos, Deus caminha conosco. Ele permite momentos bons e alegres, mas também permite a dor e o sofrimento para nos aperfeiçoar, "para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos". Ele não nos promete só tempos bons, mas nos assegura de passar e estar conosco em todas as situações ( Isaías 43:2). Nem sempre Deus nos livra dos problemas, mas Ele SEMPRE nos dá graça para que os suportemos (II Coríntios 12:9). Nem sempre o Pai nos livra da dor, mas com certeza Ele nos cura (Jó 5:18). Ainda que tenhamos que passar por momentos ruins, temos a certeza de não passarmos sozinhos, o Pai passa conosco, sofre conosco, enxuga nossas lágrimas e envia Sua graça, o suporte e o escape necessário para o momento adverso. O Senhor não deixa que passemos por aquilo que Ele sabe que não podemos suportar (I Coríntios 10:13).

 


Deus quem nos consola, conforta o nosso coração, nos faz descansar em Seus braços em meio à tempestade, nos dá paz em meio à guerra, força em meio à fraqueza, alegria celeste em meio à aflição. Ele é o nosso Pai, nosso Amigo, nosso Amado, nosso Consolador, nosso Salvador, o Autor da fé.

 


Não desista de Deus, pois mesmo em meio à dificuldade, à dor e ao sofrimento Ele está ao seu lado, Ele ainda é o seu Protetor, em meio aos problemas, Ele ainda te guarda e sempre guardará, Ele te protege.
 Ainda que soframos na carne, o nosso coração está guardado em Deus e o nosso espírito se fortalece através do sofrimento (II Coríntios 4:16).

 


  "Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." (Romanos 8.18)

 


 Não podemos desistir de Deus por causa das circunstâncias, ao contrário, elas têm que nos aproximar mais ainda de Cristo. E mesmo que o desapontamento nos açoite, também tenhamos em mente que os atos dos filhos não desabonam a alma do Pai. Assim, olhemos sempre para Cristo e nunca para o homem.


Não deixe a chama apagar. Volte para o convívio da igreja. Não desista de Deus, pois Ele não desiste jamais de você!

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!